Pó fortificante para unhas e cabelos fragéis - Ecophane


  • poupe € 3,36
    PVPR € 36,94
    € 33,58
  • disponibilidade
    4 dias
  • 9%
  • unComprar
Ecophane - Pó fortificante para unhas e cabelo 318g 90doses

Ecophane - Ecophane beauté & éclat


 

Descrição

Ecophane Pó solução de ataque ou queda acentuada é um suplemento alimentar fortificante, para o cuidado das unhas quebradiças e dos cabelos frágeis, com tendência a queda capilar.

Formulado com uma elevada concentração de hidrolisado proteico (7400mg), vitaminas e sais minerais, reforça o cabelo e previne a queda, ao mesmo tempo que fortifica e endurece as unhas.

Eficácia comprovada clinicamente. 

Uma cura de beleza, para restaurar o brilho do seu cabelo e unhas!

É um hidrolisado protéico de trigo e sésamo, de origem vegetal rico em aminoácidos sulfurados, oligoelementos e vitaminas, que permite fortalecer o cabelo e unhas. 

Na sua composição tem:

  • Proteína de trigo e sésamo hidrolisados são ricos em aminoácidos sulfurados, que incentivam a formação de queratina
  • A vitamina B6 contribui para a síntese de cisteína normais
  • A vitamina B8 ajuda a manter o cabelo normal
  • O zinco ajuda a manter a normalidade do cabelo e unhas, protegendo-os do stress oxidativo causado pela exposição solar, poluição, fadiga etc.

 

Este cuidado é ideal para utilizar em combinação com o Ecophane Champô Fortificante.

Conselhos de Utilização

Ecophane

 

 

 


Diluír 3 colheres doseadoras (incluídas) em água, iogurte, sumo ou leite frio, uma vez por dia, a uma refeição. 

A eficácia máxima atinge-se com 3 meses de utilização ( equivalente a 3 latas). 

NOTA
A elevada segurança e os baixos níveis calóricos (42Kcal/3doses) e salinos permitem a utilização por grávidas, diabéticos, hipertensos, durante regimes de emagrecimento e mamãs a amamentar.

SWEET MAG

Innéov densilogy

NOVIDADES
sexta-feira, 30 outubro

Innéov densilogy
Sabia que ao longo de um ano pode perder até 35.000 cabelos? Os Laboratórios da L’Oreal e da Nestlé desenvolveram o suplemento Innéov Densilogy.
002930EP